Pesquisa – O Real Impacto do Talento

A pesquisa – Real Impacto do talento – de amplitude global em empresas e comparado com realidade Brasileira, com o protagonismo da ABRH Brasil e Federação Mundial de RH, ressalta quatro prioridades que as empresas consideram mais prementes e benéficas devido à sua importância futura e à atual lacuna ou GAP no seu bom gerenciamento de Talentos nas Organizações: engajamento do líderbase em negóciosplanejamento estratégico mentalidade de sucesso. Por sua relevância deve estar na agenda dos Conselhos de Administração das empresas e ser direcionador do papel do RH das empresas.

Nossos projetos direcionados para processos de sucessão de líderes em todos os níveis contemplam estas ações.

Solicite Contato de Um Consultor

O estudo da WFPMA buscou obter uma visão abrangente sobre gestão de talentos, praticada tanto em pequenas quanto grandes empresas, incluindo práticas e capacidades atuais, grandes desafios e prioridades futuras.

Este estudo, o maior de seu tipo, tem um escopo verdadeiramente global, tendo envolvido 3402 empresas de mais de 80 países, e em todos os tipos de indústrias. Foram entrevistados profissionais de RH (58%), líderes empresariais (12%) e gestores com responsabilidade compartilhada (30%).

Ao ouvir a visão dos talentos, você pode desvendar algumas diferenças entre o que as empresas e o RH acreditam que realmente importa. É comum as organizações tropeçarem nos estereótipos de talento e na tentativa de criar medidas para enquadrá-los. Às vezes as empresas optam por uma visão mais determinista preocupando-se mais com rótulos do que com a criação de um ambiente mais aberto e fluido, baseado no desempenho dos indivíduos. As empresas acabam gastando altas quantidades de dinheiro com praticamente nenhum retorno ou impacto em relação ao engajamento dos talentos.

 

Como empresas bem-sucedidas se diferenciam de empresas medianas quando se trata de valorizar o potencial de seus talentos?

 

A mais impressionante descoberta foi a predominância da simplicidade ao observar o quadro geral, a partir de um diferente ponto de vista.

Empresas bem-sucedidas, independentemente do tamanho da indústria ou país, possuem três qualidades essenciais em comum no quesito gerenciamento de talentos, focam em:

  • Pessoas… e não em processos;
  • Liderança… não RH;
  • Comportamento confiável.Assim gestão de talentos chega em simplicidade e valorização do indivíduo.

Gostaria de ler a pesquisa completa?

Download – O Real Impacto do Talento

 

Créditos à ABRH