fbpx

A meritocracia é um dos modelos gerenciais mais utilizados pelas empresas, independentemente de seu porte, tamanho ou receita. Isso porque, na prática, funciona da maneira mais democrática e não arbitrária possível.

As distinções feitas entre os funcionários são apenas de âmbito profissional, de maneira que qualquer um pode ascender no quadro da empresa, sem que outros fatores influenciem na qualidade de trabalho destes.

Mas qual é a importância da meritocracia empresarial?

A etimologia da palavra já diz muito sobre o objetivo da meritocracia. Do latim meritu (mérito) e cracia (poder), pode-se defini-la como um modelo organizacional que considera o mérito como principal meio para o crescimento, profissional ou pessoal.

No caso da meritocracia empresarial, o mérito é o que você necessita ter para conseguir subir de cargo ou propor um aumento de salário. Teoricamente, esse mérito não apresenta distinções de gênero, de etnia, classe social ou outras classificações que existam fora do ambiente de trabalho.

Para tornar-se apto, a única característica que você necessita ter é o supracitado mérito, com base nos valores e na visão determinados por cada empresa, bem como no que é considerado de suma importância para o crescimento dela. Portanto, o mérito empresarial é algo variável.

A meritocracia se faz importante no meio empresarial por ser um bom método para identificar onde estão os bons funcionários e recompensá-los pelo trabalho bem feito. Além disso, é uma maneira de saber onde estão os “motores” da empresa, com ideias e posturas inovadoras que irão levá-la ao sucesso.