fbpx

Motivar os funcionários é uma das principais preocupações para qualquer empresa. Isso porque pessoas motivadas são mais produtivas e comprometidas com os resultados da companhia.

Por falta de motivação, os profissionais chegam a desperdiçar cerca de 17 horas semanais por desempenharem suas funções de forma improdutiva, segundo pesquisa da Microsoft. Esse número tem um grande peso sobre a saúde e lucratividade do negócio, e deve ser eliminado.

Mas afinal, quais benefícios são capazes de engajar os colaboradores? Certamente são muitos, desde recompensas financeiras até um bom café quente para animar o time. A questão é: como fazer isso de forma simples e eficaz?

  1. Ofereça uma boa bebida quente

Uma boa bebida quente — como o café — contribui para melhorar a criatividade, a produtividade e a sinergia do time. Além disso, é um benefício de baixo custo que pode fazer toda a diferença na satisfação dos seus colaboradores.

Na realidade, esse item é quase que uma obrigação nas empresas que possuem um DNA inovador. Na hora do café é possível surgir ideias diferentes e grandes soluções para os problemas do dia a dia.

Assim, além de beneficiar os funcionários, uma boa bebida quente também pode contribuir para o sucesso da empresa e aumento dos seus resultados.

2. Elabore recompensas não financeiras

Na hora de definir um benefício que seja simples e eficaz, é necessário colocar a criatividade para funcionar. Tendo isso em mente, busque o equilíbrio entre os benefícios financeiros e não financeiros!

Nesse sentido, existe uma grande quantidade de benefícios não financeiros — aqueles que não geram custos diretos para a empresa e possuem um grande potencial de motivação. Essa é uma forma equilibrada de reconhecer o trabalho bem-sucedido.

Para definir a recompensa não financeira certa, você deve pensar em algo que seja desejado pela equipe e esteja de acordo com as finanças da empresa. Imagine benefícios como: vaga exclusiva na garagem, dia de folga ou o famoso quadro de funcionário do mês.

Além disso, você deve ouvir seus empregados e compreender suas necessidades. Incentive-os para que contribuam com novas ideias e esteja aberto a feedbacks. Muitas empresas deixam isso de lado, mas é algo que pode fazer toda a diferença na hora de incentivar o time.

3. Invista em um ambiente de trabalho agradável

A qualidade de vida no trabalho é um dos principais benefícios que podem ser oferecidos para motivar funcionários. Segundo pesquisas, o bem-estar interno contribui para melhorar em até 86% a produtividade e 70% a rentabilidade de pequenas e médias empresas.

Por isso, algumas das empresas mais bem-sucedidas do mundo investem cada vez mais na construção de um ambiente interno leve e descontraído. Na Walmart do Brasil, por exemplo, é possível ver de salas de jogos até minicampo de golfe.

Muitas outras gigantes também fazem isso, como a Google e a Audi Motors. Elas investem em salas de reuniões temáticas, espaços para descanso e café. Afinal, investir no ambiente de trabalho é investir nos próprios funcionários.

Sobretudo, é possível fazer isso sem gastar muito! Você pode começar verificando a ergonomia dos móveis, a divisão dos espaços e suas cores. Aliado a isso, é preciso melhorar a comunicação interna e a liderança pelo exemplo.

4. Pense em ações nos aniversários e datas comemorativas

As datas comemorativas são dias especiais para reunir a todos e elevar o espírito de equipe. Por isso, não é indicado deixá-las passar em branco. Ou seja, aproveite os aniversários e momentos como o Natal, Dia da Mulher ou do Trabalhador para motivar os colaboradores.

Inclusive, você não precisa fazer grandes festas, pois pequenas ações já são capazes de fazer toda a diferença.

Em aniversários, organize comemorações e envolva os amigos mais próximos do aniversariante. Assim os trabalhadores se sentirão mais bem estimados, se comprometerão com a empresa e se tornarão embaixadores da marca.

Também não deixe de aproveitar as datas comemorativas para homenagear os colaboradores e mostrar que se importa com eles. No Dia da Mulher, por exemplo, distribua flores e cartões de agradecimentos. Os resultados serão ótimos!

5. Incentive capacitações criativas

Manter os colaboradores capacitados é uma importante ação. Para isso você deve desenvolver constantemente os conhecimentos, habilidades e atitudes do grupo por meio de treinamentos criativos e relevantes para o trabalho.

Uma forma interessante de fazer isso é por meio dos treinamentos colaborativos — quando os próprios funcionários elaboram, estruturam e apresentam o treinamento.

Você pode, por exemplo, incentivar o analista financeiro a criar um treinamento sobre finanças corporativas e compartilhá-lo no trabalho. O analista de marketing, por outro lado, pode criar uma apresentação sobre mídias sociais.

Se optar por esse modelo, é importante dar um tempo livre para o funcionário planejar a sua apresentação. Crie um cronograma e ofereça todo o apoio necessário. Isso evitará que o funcionário sinta-se sobrecarregado.

6. Crie um plano de carreira

Um dos maiores medos da atualidade é a estagnação. Quando pessoas talentosas percebem que os anos estão passando e continuam no mesmo lugar, ficam desmotivados e logo partem para novas oportunidades.

Para evitar que isso aconteça, é importante criar um plano de carreira que beneficie os profissionais que mais se destacam em suas atividades. Esse plano deve conduzir o crescimento interno, sendo capaz de beneficiar as pessoas certas e aumentar a motivação interna.

Um plano de carreira cria um sistema de meritocracia, o qual proporciona o crescimento dos profissionais — em termos de carreira e salário. Além de tudo, esse sistema contribui para atrair e reter pessoas talentosas.

7. Torne os feedbacks uma constante

Outra atitude sempre bemvinda, os feedbacks dados aos colaboradores, visando uma preocupação constante da empresa e dos gestores com o seu crescimento, é um benefício que você não apenas pode, como deve tornar mais frequente. Afinal, se um colaborador se destaca e apresenta uma performance digna de incentivo, por que adiar um elogio ao invés de encorajá-lo logo de cara e deixar claro o quanto é importante que ele a repita, não é mesmo?

Isso pode ser feito também em relação ao que eles podem melhorar, corrigindo-os assim que os erros forem cometidos, mas sempre com o cuidado de fazer isso de maneira gentil e discreta em reuniões individuais. Nunca esquecendo, é claro, de agradecer pelos serviços bem feitos.

8. Disponibilize as melhores condições de trabalho

Da mesma forma que você precisa manter seus colaboradores motivados por meio da perspectiva de crescimento na carreira e feedbacks, é necessário também certificar-se de que as condições de trabalho são as melhores. Em outras palavras, isso significa saber avaliar se os funcionários têm acesso a todas ferramentas, materiais, informações e suporte necessários para conseguirem desempenhar suas tarefas de maneira satisfatória, tanto para eles, quanto para a empresa.

A melhor maneira de fazer isso, é escutar cada um deles e identificar se há algum problema impactando diretamente na rotina de trabalho. Um computador que vive travando ou softwares desatualizados e obsoletos, por exemplo, não só impactam negativamente na produtividade, como geram um nível de frustração capaz de comprometer qualquer possibilidade de motivação por parte de quem os usa.

9. Seja mais flexível e elimine o excesso de regras

Por fim, o excesso de regras pode ser um grande problema, contribuindo para engessar as relações internas, mitigar a motivação e deixar todo o trabalho mais demorado.

Por isso, é necessário ser flexível e ter um código de conduta simples. Não seja tão rígido quanto aos horários de trabalho ou uso de uniformes, por exemplo.

Isso demostra confiança na equipe. A Netflix é adepta dessa filosofia. A gigante do streaming acredita que a confiança deve ser a base de todo o relacionamento, não submetendo os seus talentos aos códigos de conduta.

Ao aplicar todas essas dicas, você poderá otimizar os resultados da sua equipe e da empresa em geral. E como pode ver, são medidas simples, mas com grande potencial de promover transformações profundas em termos de motivação no ambiente de trabalho.

FONTE: http://takecoffee.com.br